Arquivo da tag: facebook

20 métodos de marketing digital e mídias sociais para marcas do agronegócio – Volume 1

Imagem_postA ComResultado Conteúdo & Comunicação de Resultados preparou um e-book, com 20 métodos de marketing digital e mídias sociais para marcas do agronegócio. Este primeiro volume traz estratégias para Facebook e Twitter. O segundo volume, que sairá em breve, abordará Google+, SEO, Linkedin e Youtube.

É gratuito ;)

Para baixar, clique aqui

Facebook é amizade e família; Linkedin é negócios; Twitter é formador de opinião

O Facebook é a rede social digital preferida para conversar com os amigos e familiares. Por sua vez, o Linkedin é mais usado para contatos de negócios. Já o Twitter é utilizado para interação com experts/formadores de opinião.

É o que aponta a pesquisa “A Network For Every Interest”, realizada pela IPG Media Lab, empresa com sede em Nova York e San Francisco, nos Estados Unidos.

Saiba mais clicando aqui.

Fonte: Tracto

 

Internet ultrapassa jornais e revistas na preferência do produtor rural

Os produtores rurais estão cada vez mais conectados na Internet, revela a “6ª Pesquisa Comportamental e Hábitos de Mídia do Produtor Rural Brasileiro”, divulgada nesta quarta-feira (14), em São Paulo (SP).

De acordo com o levantamento, que contemplou 2.581 entrevistas presenciais com produtores de todo o País das principais atividades agropecuárias, o uso da Internet saltou de 30% – verificado no levantamento anterior em 2010 – para 39% em 2014, ultrapassando a leitura de jornais (34%) e de revistas, sejam segmentadas no agro (23%) ou de interesse geral (36%).

“De cada dez produtores, quatro usam a Internet”, afirmou diz Diego Oliveira, diretor da Ipsos Media CT, coordenador técnico do estudo, encomendado pela Associação Brasileira de Marketing Rural & Agronegócio (ABMR&A). “O avanço da Internet no agro é espelho do que já se constatou nas cidades.”

Segundo Daniel Baptistella, presidente da ABMR&A, justamente pela sua natureza ágil é que a Internet vem ganhando terreno frente aos veículos impressos. “A revista impressa, por exemplo, demora a chegar no campo, e aí a Internet como traz a informação online ganha espaço e relevância”, diz.

Para Baptistella, o avanço da Internet no agro é significativo, mas ainda é pouco se for considerada a demanda que existe, mas que está reprimida. “A infraestrutura de telecomunicações no campo ainda precisa, e muito, ser melhorada para que a conexão à rede deslanche ainda mais.”

Em termos de plataformas, os acessos dos produtores são feitos primordialmente por computadores [desktops/notebooks] (71%). Em seguida, aparecem os smartphones (19%), celular convencional (7%) e tablets (4%).

Entre os endereços mais acessados, destaque para as redes sociais, especialmente o “Facebook” (93%), seguido do correio eletrônico “Hotmail” (20%) e da ferramenta de busca “Google” (14%).

Fonte: Sou Agro/Portal Terra

Informação no Facebook impulsiona negócios no agro

Empresários do agro estão cada vez mais utilizando o Facebook para turbinar seus negócios. É o que mostra recente matéria do site da revista “Globo Rural”.

De acordo com a reportagem, escrita pela repórter Teresa Raquel Bastos, a rede social tem se mostrado uma ótima ferramenta gratuita de divulgação e vendas.

Patrick Hruby, diretor de negócios do Facebook na América Latina, diz na matéria que é tendência a inserção de negociações do agro na rede.

Confira aqui.

Facebook: Investir em conteúdo é estratégia contra os ‘posts pagos’

Investir em conteúdo relevante é o caminho para melhorar o alcance e engajamento de sua ‘fan page’ no Facebook. É o que aponta matéria do site “Adnews”, que discute a tese de como se destacar na rede social sem necessariamente ter que enveredar pelos ‘posts pagos’.

Segundo os entrevistados na reportagem, o segredo é conteúdo certo, para a pessoa certa, na hora certa. De acordo com os especialistas, é preciso desenvolver conteúdo relevante para aquela audiência.

Além disso, dizem os entrevistados, é importante contextualizar a marca dentro de um assunto que está sendo muito comentado nas redes. Confira a matéria completa, clicando aqui.

 

Redes sociais ganham terreno como fonte de pautas para os jornalistas

As redes sociais desbancaram o tradicional “press-release” enviado às redações como a principal fonte de pautas para os jornalistas. É o que aponta a recém lançada pesquisa “Sondagem EVCOM Nacional de Jornalistas: a relação entre repórteres e assessores”.

Produzido pela agência EVCOM, o levantamento consultou 318 jornalistas de todo o País. Do total, 56% disseram que os releases não são mais usados com frequência em reuniões de pauta. Por outro lado, 53% afirmaram que recorrem às redes sociais para procurar fontes ou pesquisar pautas.

Ou seja, o release perdeu o protagonismo como fonte para captura de informações e fontes para futuras matérias. Acesse a íntegra da pesquisa, clicando aqui.